O tempo infinito no espaço finito de nós

Qual é a sua relação com o tempo? Num processo de coaching, geralmente trabalhamos essa relação do cliente com o  tempo. É surpreendente e rico. Alguns sentem medo, outros culpa, outros ansiedade. Alguns encontram músicas, danças e ilustrações que mostram ainda melhor, o que eles sentem. E nós podemos criar novas representações. Para como desejamos que seja.

Uma cliente linda criou uma dança com o tempo e recentemente outra cliente encontrou no caleidoscópio a ilustração perfeita. E não é que eu me apaixonei? 

Sabe, aquele objeto que a gente fica olhando, as formas e cores vão mudando a medida que giramos. Ela disse pra mim que o tempo parece infinito, mas ele não é. Ele está contido. Assim como no caleidoscópio. E nada nunca se repete. Assim como na vida da gente. Eu tive que concordar e me deixar encantar pela poesia dela! Entende o poder da troca num processo de coaching? Aprendo e ganho beleza, em forma de música e palavras, o tempo todo.

A nossa vida é feita do tempo. Ela tem começo e fim. A vida é feita das cores e da beleza do movimento entre elas, em suas sobreposições e continuações. O caleidoscópio não se repete. Como na vida, mesmo experiências semelhantes são sempre novas, porque somos novos a cada aprendizado. Não há motivo para pressa, apenas para foco e atenção. É preciso estar de olhos abertos, coração batendo e sorriso aberto, para não perder um só momento. Ao mesmo tempo, é preciso deixar ir, deixar ser, deixar que as cores se expressem como quiserem, não há graça em tentar controlar.

E cada ponto vale. Cada cor importa. É preciso desfrutar!  Sabendo que tem fim.

Qual é a sua relação com o tempo? Podemos melhorar isso. Sua vida é feita de cada segundo, e aqueles de lamentação e sensação de falta de sentido, eles não voltarão mais.

Vem comigo? Vamos juntos!

Um beijo!

 

 

2 Comentários
  • Carina lentz dutra
    Publicado às 16:59h, 01 setembro

    Amiga… sem palavras agora… amei a tua tradução de tudo o que foi dito!!! Ficou perfeito!!! 💓💓💓

  • Lígia Mothes
    Publicado às 08:56h, 02 setembro

    Carol, amei teu texto, especialmente esta parte: “Como na vida, mesmo experiências semelhantes são sempre novas, porque somos novos a cada aprendizado. Não há motivo para pressa, apenas para foco e atenção”, pois reflete o momento pelo qual estou passando. Novos e melhores olhares para ressignificar o viver.
    Obrigada por compartilhar saberes.
    Bjo