Geralmente, quando fazemos um relatório de análise de inteligência emocional, o cliente fica um pouco frustrado. No final das contas, gostamos dos aplausos e enxergar as debilidades não é uma tarefa fácil. Agora, vamos ser realistas. O quanto nós somos estimulados, desde crianças, a desenvolvermos nossa inteligência emocional?